POSTURA X TECNOLOGIA – VOCÊ PRECISA SABER DISSO

A EVOLUÇÃO TECNOLÓGICA NOS FAZ RETORNAR A INVOLUÇÃO POSTURAL!

GRAZIELA RIBEIRO

 

Tema de peso em nossas vidas exclusivamente por hoje sermos seres tecnológicos. Pode ser até que nem gostaríamos tanto assim de passar horas do nosso dia grudado ao celular e/ou notebook. No entanto hoje a facilidade apresentada por esta tecnologia nos faz involuir posturalmente. Você já parou para analisar quantas horas do seu dia passa olhando as redes sociais, conversando, lendo, respondendo ou enviando e-mails e até resolvendo assuntos pessoais ou profissionais com a facilidade do toque ou do seu comando de voz ao celular? Agora tente se imaginar no celular, como se você estivesse de fora observando e, responda as seguintes perguntas: Qual a sua postura ao celular? Será que sua postura se assemelha com a figura abaixo?

Identificou-se com a figura? Se sim, é hora da evolução, caso contrário, poderá ter sérios problemas de saúde como dores na parte alta do pescoço, dores na parte baixa do pescoço, ombros e parte alta da coluna, dor na zona média da coluna e dificuldade para respirar, além do peso exercido pelo ângulo de inclinação que a cabeça suporta.

Rever sua postura poderá auxilia-lo a não desenvolver estas dores tecnológicas relacionadas ao uso crônico e inadequado do celular. Para que possa melhorar observe a figura abaixo com a postura certa e errada ao utilizar o celular.

A OMS (Organização Mundial da Saúde) já conceitua os problemas na cervical ou coluna como uma epidemia causada pelo uso inadequado e excessivo do celular.

O maior motivo da preocupação é o esforço da coluna cervical ao incliná-la para baixo por um tempo prolongado. Ao realizar essa posição e conforme a angulação da flexão exercida para baixo, você força a região de modo a causar uma sobrecarga articular que, juntamente com o peso da cabeça e a força da gravidade, irão fazer com que a inclinação comprometa de forma a gerar desequilíbrio muscular e postural modificando sua biomecânica do pescoço. Observe a figura abaixo e a relação do peso exercido com cada inclinação.

A preocupação da má postura também se faz por causar problemas como redução da capacidade pulmonar, doença cardíaca e cefaleia; além de formigamentos em braços, ombros e mãos.

Dicas para a evolução tecnológica

Utilizar o celular é saudável e necessário nos dias de hoje. Buscar formas de conviver com a tecnologia de forma a não desenvolver problemas de saúde é a evolução da nossa humanidade digital. Siga as dicas abaixo:

  1. Administre o tempo de uso do celular. Ao passar períodos prolongados, corrija a postura e faça pausas para que não comprometa sua cervical.
  2. Mantenha sempre a coluna reta. Lembre-se sempre das figuras apresentadas a cima e evite inclinar a cabeça para baixo, pois de acordo com a angulação será o peso exercido sobre a cervical.
  3. Ao sentar-se alinhe a coluna ao quadril. Ao utilizar o seu aparelho tecnológico sentado, certifique-se de que seus ombros estarão alinhados ao seu quadril e pés, de forma que seu membro superior fique confortável.
  4. Sempre coloque o celular na linha dos olhos. Esta posição neutra não exerce uma angulação que cause danos a sua cervical.
  5. Movimente os membros. Sempre que possível realize movimento de bombeamento com as mãos e pés ao ficar em uma posição por tempo demasiado. Se ajudar é prevenir lesões e ainda preparar seu corpo para uso da tecnologia.

Ao refletir sobre como ocorreu nossa evolução e como involuimos com o uso da tecnologia, hoje precisamos olhar sempre em frente e corrigir tudo que possa nos prejudicar, de forma a continuarmos evoluindo como seres humanos tecnológicos que somos.

Cuidar de nossa postura é evoluirmos em amor próprio. Cuide-se!

 

The following two tabs change content below.
Graziela Ribeiro

Graziela Ribeiro

Possui graduação em Enfermagem pela Fundação Educacional de Fernandópolis (2004). É especialista em Gestão em Saúde, Enfermagem do Trabalho (2010) e Gerenciamento da Atenção Primária com ênfase em Saúde da Família (2018). Enfermeira na Unidade de Saúde da Família Altos do Tarumã em Tangará da Serra-MT. Tem experiência na área de docência de nível superior e técnico em Enfermagem. Agregou conhecimentos atuando por pouco tempo como Enfermeira da Vigilância Epidemiológica de Campo Novo do Parecis-MT e Enfermeira Responsável Técnica da Atenção Básica em Tangará da Serra-MT. Possui formação em Coach Palestrante. Outra área de atuação é como Terapeuta, sendo as terapias utilizadas: Auriculoterapia, Barras de Access, Bandagem Funcional Elástica, Floral de Bach, Massoterapia, Ventosaterapia e Reflexologista Podal. Atualmente sua missão é transformar vidas.
Graziela Ribeiro

Últimos Artigos porGraziela Ribeiro (see all)

Post do Autor Graziela Ribeiro

Graziela Ribeiro
Possui graduação em Enfermagem pela Fundação Educacional de Fernandópolis (2004). É especialista em Gestão em Saúde, Enfermagem do Trabalho (2010) e Gerenciamento da Atenção Primária com ênfase em Saúde da Família (2018). Enfermeira na Unidade de Saúde da Família Altos do Tarumã em Tangará da Serra-MT. Tem experiência na área de docência de nível superior e técnico em Enfermagem. Agregou conhecimentos atuando por pouco tempo como Enfermeira da Vigilância Epidemiológica de Campo Novo do Parecis-MT e Enfermeira Responsável Técnica da Atenção Básica em Tangará da Serra-MT. Possui formação em Coach Palestrante. Outra área de atuação é como Terapeuta, sendo as terapias utilizadas: Auriculoterapia, Barras de Access, Bandagem Funcional Elástica, Floral de Bach, Massoterapia, Ventosaterapia e Reflexologista Podal. Atualmente sua missão é transformar vidas.