O HÁBITO DA ECONOMIA

Você já se perguntou por que algumas pessoas do seu convívio conseguem viajar duas vezes por ano, têm um belo carro, mesmo ganhando muito menos do que você, que está custando pagar as contas?

O grande segredo destas pessoas é que elas aprenderam antes de você que “muito mais importante do que ganhar bem é saber economizar”. E, por mais que já se tenha falado deste assunto, sempre resta a questão: Como se faz isso? Como posso conseguir economizar para investir e para realizar meus sonhos?

Você sabia que milhões de pessoas atravessam a vida na pobreza apenas por terem feito um mau uso da Lei do hábito? Por não compreenderem essa lei, nem também a Lei da atração? Aqueles que permanecem na pobreza, raramente se convencem de que a sua situação é uma consequência lógica dos seus próprios atos.

A economia é antes de tudo uma questão de hábito. E hábitos podem ser abandonados e substituídos por outros, mais desejáveis, desde que se tenha clareza do motivo, do objetivo que se pretende alcançar com eles. O hábito de gastar com supérfluos deve ser substituído pelo de economizar, isso contribuirá para que se alcance a independência financeira. Uma vez fixado na mente, o hábito empurra o indivíduo para a ação.

Somente quando você estiver realmente convencido da Lei do hábito, terá assegurado o seu triunfo no grande jogo de prosperar.  A primeira coisa a fazer é organizar na mente uma descrição perfeita e definida do que quer. O subconsciente se apodera, então, do quadro traçado e o emprega como uma “planta”, para modelar os pensamentos e ações em planos práticos, para a consecução do objetivo principal. Esse processo destruirá a consciência da pobreza, que será substituída pela consciência da prosperidade e abrirá o caminho para se estabelecer habito da economia. Assim, a economia crescerá na mesma proporção do aumento dos ganhos.

As regras por meio das quais o dinheiro é acumulado são tão simples que qualquer pessoa pode segui-las. O principal requisito para isso é a força de vontade e a disciplina para subordinar o presente ao futuro. Deixar de gastar com supérfluos agora para ter dinheiro acumulado no futuro.

Alguns indivíduos de visão estreita podem dizer que ninguém ficará rico economizando apenas alguns dólares por semana. Isto pode ser verdade, mas o por outro lado a economia, mesmo que de uma pequena quantia, coloca a pessoa com dinheiro acumulado em vantagem comercial. Ela poderá aproveitar oportunidades, quando estas aparecerem, que podem significar um salto na caminhada rumo ao sucesso e a independência financeira.

 

Eunice Villaça

Master Coach – Especialista em Comportamento Financeiro, PNL e Crenças Limitantes.

 

 

 

The following two tabs change content below.
Eunice Villaça

Eunice Villaça

Master coach com especialização em emagrecimento e Programação Neurolinguística pelo Instituto Edson Burger. Descobri o coach na luta contra a balança e percebi que o emagrecimento era apenas a ponta de um iceberg de possibilidades que estariam por vir na minha trajetória.
Eunice Villaça

Últimos Artigos porEunice Villaça (see all)

Post do Autor Eunice Villaça

Eunice Villaça
Master coach com especialização em emagrecimento e Programação Neurolinguística pelo Instituto Edson Burger. Descobri o coach na luta contra a balança e percebi que o emagrecimento era apenas a ponta de um iceberg de possibilidades que estariam por vir na minha trajetória.