Minha vagina muda depois do parto?

A grande questão é que todas temem e relatam esse medo depois do parto.

Nós mulheres nascemos para gerar outro ser, somos geradoras e nosso corpo encara isso como natural.

A gestação é um momento muito especial na vida da mulher, representando a geração de uma vida. Para que isso ocorra algumas mudanças físicas, hormonais e emocionais são necessárias para o adequado desenvolvimento do feto. Uma gestação é composta por 40 semanas, popularmente também contada por nove luas, ou por trimestres, sendo o primeiro trimestre de 0 a 12 semanas; o segundo trimestre de 13 a 26 semanas; terceiro trimestre de 27 a 40 semanas.

A gestação pode ser acompanhada por instabilidade de humor, ansiedade, insônia, pesadelos, manias e aversões à comida, leves reduções na habilidade cognitiva e amnésia, aumento da temperatura corporal, diminuição do interesse sexual, dispneia sonolência, aumento de salivação (facilitando o aparecimento de náuseas e azias), maior necessidade de urinar, aumento dos seios com presença de dor e aparecimento de desejos.

No pós-parto pode ser mais complicado, é muito comum a mulher se cobrar muito, e sentir pavor em pensar que sua vagina nunca mais será a mesma, eu mesma tive esse medo quando meu filho mais velho nasceu. Mas acredite: mesmo que você não faça nada para esse processo ser mais rápido, seu canal vaginal voltará ao normal em questão de tempo, às vezes por volta de um ano ou menos, pois é uma resposta do corpo.

Mas é muito comum sentir dor no retorno de sua vida sexual, se sentir mais seca, para isso aconselho fazer algumas contrações para estimular a glândula de Bartolin que é responsável pela lubrificação vaginal. Mesmo assim se for pouca, adotar uma posição de conchinha com lubrificante a base de água, pois assim tanto você quanto seu parceiro poderão controlar a penetração. Na volta é comum baixo libido, pois isso é como efeito colateral do hormônio da prolactina (responsável pelo leite da mãe), que está mais voltada para os cuidados com o bebê. Nesse caso é muito valioso conversar com seu parceiro, para que ele não se sinta rejeitado ou preterido,e vocês curtam isso juntos.

Uma dica valiosa para seu bem estar como casal é organizar um dia e hora para que seja somente para vocês dois, como era antes do bebê. Você vai arrumar mil desculpas que não consegue me dizer nem lavar o cabelo e se depilar sem pensar em fraudas e mamadeiras. Quando você sentir que é hora de retornar a sua vida sexual, você pode pedir ajuda para alguém ficar por uma hora ou duas com o bebê que é o intervalo de uma mamada e deixar tudo adiantado com seus cuidados. E você pode se dedicar somente ao parceiro que tem saudades te estar com você, esse tempo vai valer muito apena para vocês dois. E isso não é ser má mãe.

Com tudo, se persistir a sensação de frouxidão vaginal ou relatos de não sentir mais como era antes, se você não se preparou com o pompoarismo antes do parto, fazendo com que o retorno de seu canal,  não faz mal, comece assim que seu médico liberar e volte muito melhor, e mais performática que antes, tirando da cabeça todos os monstros que te atormentam.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Bot%C3%A3o-WhatsApp-1.png

The following two tabs change content below.
Dra. Eliana Zenaro

Dra. Eliana Zenaro

Fisioterapeuta formada pela Universidade Paulista-UNIP, pós-graduada em Uroginecologia e Saúde da Mulher pela Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto-FAMERP; Dermatofuncional e Estética Facial e Corporal com ênfase em Drenagem Linfática e Pós Operatório de Cirurgia Plástica pela Faculdade do Senac. Máster Coach em Emagrecimento consciente e relacionamentos pelo HCII e coach pelo Instituto Edson Burgue em formação em evolução continuada progressiva EPC pelo instituto Magno Novari. Objetivo: trabalhar com pessoas em todas as faixas etárias, em grupos ou individuais. Missão: ser facilitadora de crescimento o maior número de pessoas a tomar a decisão em despertar todo seu potencial.

Post do Autor Dra. Eliana Zenaro

Dra. Eliana Zenaro
Fisioterapeuta formada pela Universidade Paulista-UNIP, pós-graduada em Uroginecologia e Saúde da Mulher pela Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto-FAMERP; Dermatofuncional e Estética Facial e Corporal com ênfase em Drenagem Linfática e Pós Operatório de Cirurgia Plástica pela Faculdade do Senac. Máster Coach em Emagrecimento consciente e relacionamentos pelo HCII e coach pelo Instituto Edson Burgue em formação em evolução continuada progressiva EPC pelo instituto Magno Novari. Objetivo: trabalhar com pessoas em todas as faixas etárias, em grupos ou individuais. Missão: ser facilitadora de crescimento o maior número de pessoas a tomar a decisão em despertar todo seu potencial.