MANTEIGA VS. MARGARINA: QUAL É A MAIS SAUDÁVEL?

Se você gosta daquele pãozinho com manteiga logo de manhã, você provavelmente já sentiu uma pontada de culpa ao espalhar aquela espátula cheia desse creme amarelinho sobre seu pão quentinho e vê-lo derreter lentamente,  ou pior, você pode se sentir confuso e em conflito sobre se deve usar manteiga ou mudar para a margarina. Neste momento a saúde do coração é uma preocupação comum; logo, fazer as melhores escolhas alimentares é uma questão importante.

 

Embora tenha sido um alimento básico durante séculos, a utilização manteiga na alimentação diária foi submetida a um grande debate quando seus altos níveis de gordura saturada foram associados ao aumento do risco de doenças cardíacas. Muitas pessoas aceitaram a substituição da manteiga pela margarina no seu dia a dia,  conforme a recomendação de pesquisadores e nutricionistas, embora lamentando a perda de sabor, mas concordando que seu efeito no coração poderia ser um preço muito alto a pagar. Então os perigos da margarina vieram à luz. As margarinas mais antigas tinham altos níveis de gorduras trans, que acumulavam um duplo dano para doenças cardíacas, aumentando os níveis de LDL (colesterol ruim) e baixando os níveis de HDL (colesterol bom). Muitas pessoas se sentiram traídas ou enganadas.

 

A verdade é que nunca houve uma boa evidência de que usar margarina em vez de manteiga reduza as chances de ter um ataque cardíaco ou de desenvolver uma doença cardíaca. Fazer a troca foi um palpite bem-intencionado, já que a margarina tinha menos gordura saturada do que a manteiga, mas os perigos das gorduras trans foram negligenciados na ocasião.

 

manteiga vs margarina
(foto:Divulgação)

 

Do ponto de vista da doença cardíaca, a manteiga permanece na lista de alimentos a ser usada com parcimônia, principalmente porque é rica em gordura saturada. As margarinas, no entanto, não são tão fáceis de classificar. As margarinas antigas ficaram claramente piores que manteiga. Algumas das margarinas mais novas que são pobres em gordura saturada, rica em gorduras insaturadas e livres de gorduras trans são boas desde que você não use muito (elas ainda são ricas em calorias). A decisão de escolher manteiga ou margarina depende do indivíduo e de suas necessidades alimentares específicas.

 

Você pode comparar rapidamente os valores calóricos e nutricionais  de manteigas e margarinas observando os rótulos nutricionais desses produtos. A ANVISA agora exige rótulos nutricionais que  incluam informações sobre gorduras saturadas e gorduras trans. Seu objetivo é limitar a ingestão de gorduras saturadas e evitar gorduras trans por completo.

 

Mas você realmente sabe a diferença entre manteiga e margarina?

 

Apesar de usadas para muitos dos mesmos propósitos, manteiga e margarina são dois produtos muito diferentes. O principal fator que os separa é do que eles são feitos e, portanto, os tipos de gorduras que eles contêm.

 

O que é manteiga?

A manteiga é o produto lácteo feito a partir de leite ou creme. O processo de agitação separa a gordura da manteiga (os sólidos) do leitelho (o líquido). A manteiga que mais compramos é feita de leite de vaca, embora outras variedades – feitas de leite de ovelha, cabra ou búfala – também estejam disponíveis. Como a manteiga é uma gordura animal, contém colesterol e é mais rica em gorduras saturadas do que a margarina.

 

O que é margarina?

A margarina é um produto não lácteo criado como substituto da manteiga. Os seus ingredientes incluem óleo vegetal, água, sal, emulsionantes, e algumas também incluem leite. É importante saber que nem toda margarina é igual. importante ler o rótulo.  Como o principal componente da margarina é o óleo vegetal, ele não possui o colesterol e a gordura saturada encontrados na manteiga, e tem uma porcentagem maior de gorduras poliinsaturadas e monoinsaturadas. Pode, no entanto, conter gordura trans – embora muitas marcas tenham reduzido ou eliminado totalmente essa gordura da linha de ingredientes.

Quais as diferenças entre manteiga e margarina?

  • A diferença mais importante é que a manteiga contém gordura saturada e muitas margarinas contêm gorduras trans.
  • A gordura trans aumenta o colesterol LDL (mau) de forma significativa, ao mesmo tempo que diminui o colesterol HDL (bom).
  • A gordura saturada também aumenta o LDL (mau colesterol), mas menos que as gorduras trans, e não afeta o HDL.

 

Não há uma opção verdadeiramente saudável quando se trata de manteiga ou margarina, mas as dicas a seguir podem ajudar a facilitar a escolha da melhor manteiga ou margarina:

  • Procure margarina com a menor quantidade de gordura trans – de preferência 0 gramas – e não se esqueça de verificar no rótulo a presença de óleos parcialmente hidrogenados.
  • Esteja ciente de que as empresas de alimentos podem alegar que um produto contém zero de gordura trans, desde que contenha menos de 0,5 gramas por porção.
  • Se a margarina contiver óleos parcialmente hidrogenados, ela conterá gordura trans, mesmo que a etiqueta indique 0 gramas (Livre).
  • Se comprar manteiga, pesquise quais marcas são feitas a partir de leite de animais alimentados à pasto, quando possível.
  • Escolha uma marca que tenha um gosto bom – isso depende do indivíduo, mas se uma pessoa não gostar, provavelmente usará demais para compensar o sabor sem graça ou a ausência deste.
  • As gorduras trans endurecem à temperatura ambiente, então quanto mais dura a margarina, mais gorduras trans ela contém.

 

Adicionar manteiga aos alimentos adiciona calorias, entretanto, a manteiga pode ser importante em uma refeição porque adiciona uma fonte de gordura. Nosso corpo precisa de gordura para funcionar e absorver nutrientes; A gordura também proporciona uma sensação de saciedade nas refeições – se você comer uma refeição sem qualquer gordura, provavelmente sentirá fome novamente logo em seguida.

O colesterol é encontrado apenas em produtos de origem animal e em óleo de coco e palma. A maioria das margarinas contém pouco ou nenhum colesterol, enquanto a manteiga contém uma quantidade significativa de colesterol.

 

Outros fatos sobre manteiga

A manteiga é feita simplesmente de creme pasteurizado. Nos países onde as vacas são alimentadas com capim, o consumo de manteiga está associado a uma redução dramática no risco de doença cardíaca.  Os laticínios de animais alimentados com capim são muito mais ricos em ácidos graxos de vitamina K2 e ômega-3, ambos importantes para a saúde do coração. A manteiga nesses casos, também contém ácido linoléico conjugado (ALC), que ajuda a melhorar a composição corporal e protege contra o câncer. Triglicerídeos de cadeia curta e média também estão presentes, os quais são úteis para as bactérias do intestino, função imunológica e metabolismo.

 

Tipos de margarina

As margarinas podem conter uma variedade de ingredientes, adicionados de modo a manter o sabor e a textura da margarina aceitável para o consumidor. Óleos como óleo de oliva, óleo de linhaça e óleo de peixe também podem ser usados.  Alguns tipos de margarina destinam-se a ser usados apenas para consumo frio e não devem ser usados para assar ou cozinhar.  As margarinas podem ser de 3 tipos:

 

Margarina em tablete

Este tipo de margarina pode conter um pouco menos de calorias do que a manteiga, mas muitas vezes contém gordura trans.

 

Margarina light

A margarina light contém uma porcentagem maior de água do que a margarina tradicional, diminuindo as calorias e a gordura. Embora contenha menos gordura saturada e trans do que a margarina comum, ela ainda pode conter alguns óleos parcialmente hidrogenados.

 

Margarina com fitoesteróis

Os fitoesteróis são compostos à base de plantas que são semelhantes em estrutura ao colesterol. Por causa disso, eles competem com o colesterol pela absorção no corpo, reduzindo a absorção do colesterol e, portanto, reduzindo o colesterol no sangue. As margarinas com fitoesteróis contêm uma mistura de óleos, como azeite ou óleo de linhaça.  Enquanto uma margarina hidrogenada contendo gordura trans nunca é recomendada, a escolha entre manteiga e margarina não hidrogenada é menos clara. Seus próprios objetivos de saúde, condições médicas e preferências de paladar podem orientá-lo.  Ter ambos à mão e alternar a margarina com manteiga principalmente àquelas de animais alimentada com capim pode permitir que você colha os benefícios de ambos sem contribuir para a ingestão excessiva de gordura saturada.

 

Alternativas mais saudáveis à manteiga ou à margarina incluem o azeite e outros produtos à base de óleo vegetal, que contêm gorduras mono e poliinsaturadas benéficas. Da próxima vez que você cortar um pão quente, considere usar azeite, em vez de cobri-lo com manteiga ou margarina.

 

Fontes:      www.health.harvard.edu

www.medicalnewstoday.com

 

The following two tabs change content below.
Martha Lima de Oliveira

Martha Lima de Oliveira

Engenheira Química, Doutora em Biociências e Biotecnologias, Coach especialista em Programação Neurolinguística e Emagrecimento definitivo. Reside atualmente em Campos dos Goytacazes, RJ, onde atua também como Técnica de Nível Superior no Laboratório de Ciências Químicas da Universidade Estadual do Norte Fluminense (UENF).
Martha Lima de Oliveira

Últimos Artigos porMartha Lima de Oliveira (see all)

Post do Autor Martha Lima de Oliveira

Martha Lima de Oliveira
Engenheira Química, Doutora em Biociências e Biotecnologias, Coach especialista em Programação Neurolinguística e Emagrecimento definitivo. Reside atualmente em Campos dos Goytacazes, RJ, onde atua também como Técnica de Nível Superior no Laboratório de Ciências Químicas da Universidade Estadual do Norte Fluminense (UENF).