Estimular os sentidos pode ajudar a aumentar a autoestima?

Alguém já viu um bebê com baixa autoestima? Com certeza não, um bebê se aceita profundamente e não rejeita nem as fezes, na hora que está incômodo o bairro todo acaba sabendo, ele reclama sem culpa ou vergonha a atenção que lhe preserva a vida.

Todos nós nascemos perfeitos, puro potencial. Mediante a educação e a socialização aprendemos, em maior ou menor medida e dependendo do entorno, a nos sentirmos insuficientes, desmerecedores, impuros, imperfeitos… Vejamos que aconteceu com todas as gerações que nos antecedem e ainda nós mesmos criamos os nossos filhos com as nossas próprias autolimitações.  Na etapa adulta, ao tomarmos consciencia disto, é a nossa responsabilidade aprender a elevar a nossa autoestima e construir assim a nossa autoconfiança.

E o que é que faz com que não nos aceitemos como somos, com que não nos amemos? Fundamentalmente o nosso dialogo interno.  Muitos já conhecemos o trabalho da Louise Hay com as afirmações positivas e o trabalho frente ao espelho. É uma técnica poderosa mas muitas pessoas sentem grande dificuldade em falar coisas boas de si mesmos frente ao espelho. Eu mesma demorei para conseguir fazer isso, eu entendo perfeitamente, por isso vou propor o seguinte exercício para quem ainda não consegue se olhar no espelho e dizer frases positivas sobre si mesmo sem se sentir uma fraude.

Para começar a nossa jornada de auto aceitação, comecemos estimulando os nossos sentidos: visual, auditivo, sensitivo, gustativo e olfativo. A ideia é a seguinte, aprender a gostar mais de nosso ambiente, de nosso visual, do cheiro de nosso perfume e do ambientador da casa, de nosso escritório ou entorno de trabalho, de nossa pele, de nosso corpo, de uma comida saudável e deliciosa…. vamos aprender a focar naquilo que gostamos e nos proporciona um prazer saudável, construído de atitudes e pensamentos fortalecedores, e vamos cuidar de não focar mais naquilo que nos coloca para abaixo.

Visual– Gosta das cores de sua casa, dos enfeites, das cortinas, etc.? Se a resposta for não, o que pode fazer para melhorar seu ambiente? Botar um quadro com a imagem mais inspiradora que faça sentido para você, como o pôr do sol, um campo de flores, um barco no oceano, animais, paisagens? No caso da mulher a maquiagem, nem que seja básica, pode ajudar a se sentir mais bonita, sem que isso queira dizer que é o único modo de se sentir bonita, em lugar de usar a maquiagem como a indústria da beleza promove, usa-la como um recurso de colocar as cores que a estimulam a se sentir bem, assim como corte de cabelo ou penteado, fazer a unha, em casa mesmo pode ser, deixar se invadir pela feminidade com as coisas que já tem e com tudo que pode acrescentar no seu dia-a-dia. No caso do homem, manter a barba, o corte de cabelo, cuidar também da vestimenta, do perfume, do ambiente do carro e da oficina, etc. Tudo que couber nos estímulos visuais.

 

Auditivo– Qual a sua musica favorita? Qual a mensagem que transmite essa música? Favorece ouvi-la ao acordar te colocando para cima? Quais as palavras que saem de sua boca? São estimulantes, positivas, enérgicas ou pausadas segundo o momento do dia? O que você fala para os outros fala para sim mesmo, o teu subconsciente está te ouvindo. Tudo o que auditivamente te enriqueça, ouça. Evite o que não.

 

Tato: Massagens e automassagens, passar creme delicadamente, se dar um banho longo e delicioso, nem que seja uma vez por semana, adorando cada pedacinho da pele, com aquele sabonete suave e cheiroso… Saia do banheiro sentindo a renovação totalmente e se amando. Se quiser aproveite o momento emocional positivo para se dizer coisas agradáveis, para agradecer por tudo o que tem e por tudo o que é. Use tudo o que estimule o tato, roupas bonitas mais suaves, sapatos confortáveis, até os lençóis da cama podem ser importantes.

 

Olfativo: aquele sabonete, aquele perfume, aquele ambientador, aquela comida cheirosa… tudo que estimular o olfato, fazendo a vida mais agradável.

 

Gosto: Unir o gostoso ao saudável, não se privar de sabores deliciosos, apenas cuidar das quantidades e melhorar a qualidade dentro dos estímulos prazerosos da alimentação equilibrada.

 

É uma experiência enriquecedora, em pouco tempo de estar praticando o exercício vai sentir a diferença. Praticar é importante, não podem se esperar resultados diferentes fazendo sempre a mesma coisa (parafraseando a Einstein).

 

Então, a partir de hoje como vai estimular seus sentidos?

 

 

The following two tabs change content below.
Ianoika Guerra Torres

Ianoika Guerra Torres

37 anos, Coach de Emagrecimento e de Desenvolvimento Pessoal. Atualmente cursando psicologia. Temas de interesse para desenvolver: Holística e a Felicidade Autentica da Psicologia Positiva.
Ianoika Guerra Torres

Últimos Artigos porIanoika Guerra Torres (see all)

Post do Autor Ianoika Guerra Torres

Ianoika Guerra Torres
37 anos, Coach de Emagrecimento e de Desenvolvimento Pessoal. Atualmente cursando psicologia. Temas de interesse para desenvolver: Holística e a Felicidade Autentica da Psicologia Positiva.