DIETA DAS EMOÇÕES

Emoções e suas relações com os órgãos do corpo

Sabemos que a medicina tradicional chinesa está em evidência novamente. Hoje, encontramos muitas pessoas que já procuram formas complementares como tratamento e/ou associação ao tratamento medicamentoso. Esta sabedoria tem nos mostrado a cada dia mais sua eficácia. Eu particularmente possuo mais de cem relatos sobre seus benefícios em meus atendimentos diários. Por ser adepta desta forma de tratamento milenar é que hoje, trouxe para este nosso artigo, o conhecimento desta medicina com relação as nossas emoções e também alimentos que possam nos auxiliar neste processo.

Para a medicina tradicional chinesa, nossas emoções estão ligadas diretamente a algum órgão específico do nosso corpo. Sendo assim, cada órgão corresponde a uma emoção e seu desequilíbrio poderá afetar a função deste órgão. Como exemplo tem a raiva. Quem aqui nunca sentiu raiva de algo ou alguém? A raiva em demasia pode levar a um desequilíbrio no fígado e o contrário também acontece, problemas no fígado podem produzir sintomas de raiva, é como um ciclo. Veja abaixo os órgãos e suas emoções.

*Estômago e pâncreas

-Emoções positivas: bom humor, otimismo, simpatia, concentração, capacidade de organização, sentido prático.

-Emoções negativas: dúvida, desconfiança, cinismo.

*Coração e intestino delgado

-Emoções positivas: alegria, lucidez, intuição, riso.

-Emoções negativas: orgulho, hiperatividade, falta de alegria, crueldade, arrogância.

*Pulmão e intestino grosso

-Emoções positivas: desapego, fluidez, entusiasmo.

-Emoções negativas: melancolia, tristeza, vícios, territorialidade.

*Rins e bexiga

-Emoções positivas: autoestima, vontade própria, vitalidade, capacidade de adaptação.

-Emoções negativas: medo, preguiça, timidez, insegurança, falta de vontade própria.

*Fígado e vesícula biliar

-Emoções positivas: paciência, tolerância, generosidade, altruísmo, valentia.

-Emoções negativas: irritação, inveja, inadequação, raiva.

Após realizarmos a leitura e entendermos melhor como a medicina tradicional chinesa relaciona nossas emoções aos nossos órgãos, chegou à hora de aprendermos um pouco sobre a dieta das emoções. Esta tem a finalidade de apresentar a você leitor à relação dos alimentos com os estados de animo do nosso corpo e aconselhá-lo a ingerir alimentos que te auxiliarão no combate a algumas emoções negativas. Veja abaixo e se delicie.

*Dieta que combate a raiva e irritação

Você deverá comer: maça, aspargos, alcachofra, uvas, cereal como milho, trigo ou cevada, saladas e vegetais amargos, rabanetes, picles e água com limão.

Você deverá evitar comer: alimentos gordurosos e concentrados, proteína animal (pois a carne gera agressividade), lácteos e frutos secos.

*Dieta que combate a depressão

Você deverá comer: saladas, verduras pouco cozidas, cereais e legumes bem cozidos, derivados de frutos secos como as passas, pêssegos secos e ameixas secas.

Você deverá evitar comer: açúcares refinados e doces, estimulantes como o café, chocolates ou chás que contenham teína.

*Dieta que combate o medo

Você deverá comer: aveia, trigo sarraceno, quinoa, cereais em grão como o painço (alpiste), arroz integral, legumes como o feijão azuki ou feijão branco, algas de cor verde escuro, frutas como os morangos, cerejas, sementes de gergelim, cenoura, abobora, nabo e cebola, canela cominho, alecrim.

Você deverá evitar comer: carnes e derivados (carregados de adrenalina e outras substâncias geradas na matança do animal).

O importante é orientar você leitor a procurar um profissional especializado para realizar uma dieta específica para seu metabolismo. Aqui temos o intuito de informar alguns alimentos e seus benefícios em relação as suas emoções. Afinal, nosso corpo e mente se tornam o que fazemos dele, por isso é importante manifestarmos a nossa forma de vida de dentro para fora, adaptando nossos alimentos as nossas emoções. Considere esta idéia e mantenha sempre suas emoções com foco no positivo.

Desejo a você feliz e saudáveis emoções!

 

The following two tabs change content below.
Graziela Ribeiro

Graziela Ribeiro

Possui graduação em Enfermagem pela Fundação Educacional de Fernandópolis (2004). É especialista em Gestão em Saúde, Enfermagem do Trabalho (2010) e Gerenciamento da Atenção Primária com ênfase em Saúde da Família (2018). Enfermeira na Unidade de Saúde da Família Altos do Tarumã em Tangará da Serra-MT. Tem experiência na área de docência de nível superior e técnico em Enfermagem. Agregou conhecimentos atuando por pouco tempo como Enfermeira da Vigilância Epidemiológica de Campo Novo do Parecis-MT e Enfermeira Responsável Técnica da Atenção Básica em Tangará da Serra-MT. Possui formação em Coach Palestrante. Outra área de atuação é como Terapeuta, sendo as terapias utilizadas: Auriculoterapia, Barras de Access, Bandagem Funcional Elástica, Floral de Bach, Massoterapia, Ventosaterapia e Reflexologista Podal. Atualmente sua missão é transformar vidas.
Graziela Ribeiro

Últimos Artigos porGraziela Ribeiro (see all)

Post do Autor Graziela Ribeiro

Graziela Ribeiro
Possui graduação em Enfermagem pela Fundação Educacional de Fernandópolis (2004). É especialista em Gestão em Saúde, Enfermagem do Trabalho (2010) e Gerenciamento da Atenção Primária com ênfase em Saúde da Família (2018). Enfermeira na Unidade de Saúde da Família Altos do Tarumã em Tangará da Serra-MT. Tem experiência na área de docência de nível superior e técnico em Enfermagem. Agregou conhecimentos atuando por pouco tempo como Enfermeira da Vigilância Epidemiológica de Campo Novo do Parecis-MT e Enfermeira Responsável Técnica da Atenção Básica em Tangará da Serra-MT. Possui formação em Coach Palestrante. Outra área de atuação é como Terapeuta, sendo as terapias utilizadas: Auriculoterapia, Barras de Access, Bandagem Funcional Elástica, Floral de Bach, Massoterapia, Ventosaterapia e Reflexologista Podal. Atualmente sua missão é transformar vidas.