COMO LIDAR COM A ANSIEDADE!

Desde que me conheço por gente sou ansiosa. E isso começou antes mesmo do meu nascimento, não que eu me lembre, é claro, essa parte da minha história quem me contou foram meus pais.  No dia do meu nascimento, minha mãe foi para a maternidade por volta das 6h30 da manhã e o médico que a examinou disse: “Fique sossegada, esse bebê vai nascer lá pelas 13h da tarde”. Porém, ele não contava com a minha ansiedade de conhecer meu novo mundo… quando foi 8h30 eu nasci, e, segundo meus pais, com os olhos bem abertos e prestando atenção em tudo que acontecia ao meu redor.

E assim eu vim vivendo e desenvolvendo ao longo do tempo vários sintomas de ansiedade. Quando ainda era criança, morria de medo de escuro, inclusive não conseguia ir na cozinha ou ao banheiro durante a madrugada. Na adolescência, apesar de não ter dificuldades de falar em público, quando tinha algum trabalho para apresentar em frente a turma tinha dores de barriga, tremores, enjoo… Há algum tempo me peguei pensando em muitas coisas ruins e tive a certeza de que tudo aquilo iria acontecer comigo, com meus amigos e familiares.

Pronto! Estava na hora de acabar com meus ataques de pânico, batimentos acelerados, insônia e toda essa preocupação latente em tudo de ruim que pode acontecer diante de qualquer situação.

Foi aí que resolvi procurar saber como eu poderia transformar tudo isso em algo positivo. Comecei a ler sobre o assunto, percebi que muita, mas muita gente ao redor do mundo sofre desse mesmo problema, inclusive vários exemplos de conhecidos meus. E, diante disso, resolvi mudar!

Descobri que a ansiedade me dava uma análise crítica muito mais rápida quando estava por perto, eu conseguia enxergar a situação de várias maneiras diferentes e podia então escolher a melhor alternativa para solucionar e até entrever o problema.

Descobri que, ao invés de ficar sofrendo com datas de entregas, seja no trabalho, nos estudos, ou em qualquer outra área era muito mais simples fazê-lo logo e pronto! A ansiedade ia embora e eu ainda tinha tempo o suficiente para revisar todo o material com certa antecedência. Aprendi a gerenciar meu tempo muito melhor desta forma.

Descobri que, temos escolha de pensamentos e que SEMPRE podemos transformar os sentimentos, por piores que sejam, em sentimentos positivos e de aprendizagem. Até mesmo quando um ente querido morre, ao invés de pensarmos em sua morte, podemos simplesmente pensar em tudo o que ele desenvolveu durante sua vida e tudo o que ele realizou nela, assim como quais os ensinamentos que ele deixou para você.

Descobri que a PRÉ-OCUPAÇÃO é de fato a antecipação de alguma coisa ou sentimento que foge totalmente do nosso controle. Temos que agir no AGORA e não pensar no amanhã.

Hoje, aprendi a ressignificar a ansiedade. Nossa mente não sabe a diferença do que é a realidade para o que não é, a realidade é somente a maneira com que você enxerga as coisas. Portanto, depois de algum tempo insistindo, descobri que, se diante de todos esses sentimentos que me geravam ansiedade eu procurasse com afinco o lado bom, rapidamente as sensações passariam e a calma voltaria. Mas lembre-se, é preciso persistência, garra e determinação, pois as mudanças em nossa mente ocorrem aos poucos.

The following two tabs change content below.
Marcela Pitta

Marcela Pitta

Coach, engenheira civil e administradora de empresas, 34 anos de história, muitas peripécias e aprendizados. Minha incessante busca pelo conhecimento me permite hoje, compartilhar conteúdos para que assim como eu as pessoas possam se desenvolver positivamente e consigam atingir seus objetivos.
Marcela Pitta

Últimos Artigos porMarcela Pitta (see all)

Post do Autor Marcela Pitta

Marcela Pitta
Coach, engenheira civil e administradora de empresas, 34 anos de história, muitas peripécias e aprendizados. Minha incessante busca pelo conhecimento me permite hoje, compartilhar conteúdos para que assim como eu as pessoas possam se desenvolver positivamente e consigam atingir seus objetivos.