COMO CONTROLAR AS EMOÇÕES?

 

Pessoas que relataram estados psicológicos mais positivos mostraram-se mais propensos a ser fisicamente ativos, dormir melhor, não esquecer de tomar seus medicamentos para o coração e serem menos propensos a fumar – tudo em comparação com pessoas com níveis mais baixos de emoções positivas.

Emoções positivas estão associadas com uma variedade de hábitos de saúde a longo prazo, que são importantes para reduzir o risco de problemas cardíacos futuros e morte além de permitir que as pessoas ajustem melhor as suas metas de saúde e lidem proativamente com o estresse e com fracassos.

As nossas emoções podem variar de felicidade a tristeza, de alegria extrema a depressão. Cada uma delas provoca um sentimento diferente no organismo, que libera substâncias diferentes de acordo com as experiências que nos trazem felicidade, e cada substância trabalha criando um diferente ambiente dentro do corpo.

Deve-se ter muito claro que todas as emoções que você experimenta, são criadas por você mesmo em sua mente, de acordo com o seu mindset (sistema de crenças, regras e valores pessoais).

 

ENTÃO COMO LIDAR COM AS EMOÇÕES?

 

Fonte: infort.pt

Em primeiro lugar é necessário identificar qual emoção você sente no momento em que acontece, dessa forma você perceberá  o momento mais necessário que você esteja no controle de suas emoções.

Quanto maior for sua percepção em relação aos acontecimentos que não estão no seu controle, um número maior de opções positivas será criada por você.

Faz-se necessário então que se interrompa o padrão negativo, parando tudo aquilo que estamos fazendo e nos concentrando na situação que estamos vivendo no momento.

Quando nos encontramos em um estado emocional de raiva ou estresse, por exemplo, nossa percepção trabalha de maneira muito diferente, do que quando nos encontramos num estado emocional positivo.

falta de controle das emoções pode mudar completamente a maneira como interpretamos os acontecimentos do dia a dia. Sendo assim, mudamos também a maneira de como nos comportamos e de como tomamos decisões.

É muito importante neste momento que você tenha em mente uma lista de emoções positivas para lançar mão delas.

Para isso você deverá identificar qual dessas emoções positivas você poderá utilizar como recurso.

As emoções positivas são: confiança, fé, paciência, calma, ousadia, alegria, coragem, determinação, inteligência, curiosidade, criatividade, entre outras.

Lembre-se sempre que você é quem está no controle da sua vida, portanto somente você pode ter controle sobre suas emoções, então substitua suas emoções negativas pelas positivas, pois a vida é cheia de emoções e escolhas.

Não são os acontecimentos que ocorrem em sua vida que controlam você, e sim você mesmo!

É muito importante acreditar que você tem o controle de suas emoções. Somente você pode decidir quando deverá sentir-se bem ou mal.

Claro que não podemos controlar os acontecimentos que ocorrem em nossa vida, mas podemos controlar o que esses acontecimentos irão significar. Tudo isso ocorrerá de acordo com a bagagem de cada pessoa, suas experiências no passado. Não podemos controlar as pessoas e nem o tempo, mas podemos tentar influenciar as pessoas de forma positiva e utilizar o tempo de forma proveitosa para colher bons frutos no futuro.

Procure imaginar essa mesma situação no futuro com você no controle no controle de suas emoções. Como você iria se comportar no futuro nessa mesma emoção?

Dessa forma você estará criando um novo condicionamento positivo, com uma resposta diferente. É como se já soubesse quais recursos emocionais utilizar no futuro.

Imaginando a situação resolvida em sua mente, você passa a decidir qual a melhor emoção deverá utilizar naquela determinada situação.

 

Então lembre-se:

 

  • É preciso observar sempre as situações como um todo para só depois determinar se ela é positiva ou negativa;
  • Sempre antes de reagir, não importa que situação for, diminua o ritmo e observe;
  • Será mais fácil descobrir a forma de lidar com essas emoções se você compreender como são e também como surgiram;
  • Realize questionamentos a si mesmo:

 

  • O que realmente está acontecendo aqui agora?
  • Qual sentimento estou sentindo?
  • De que forma isso poderá me ajudar a ver ou aprender algo?
  • Posso encarar isso sob outro ponto de vista?

 

Dessa forma você descobrirá quais ferramentas deverá utilizar para processar as emoções e ter absoluto controle sobre elas, obtendo melhores resultados em suas ações cotidianas.

 

 

“Deixe a emoção solta para que você possa amar, ser tolerante e tranquilo, mas não a deixe solta para dirigir sua razão”.

Augusto Cury, em “Treinar as Emoções Para Ser Feliz”

 

 

 

Bibliografia:

www.tuasaude.com

www.oespacodoconhecimento.com.br

www.focuslife.com.br

www.citador.pt

 

The following two tabs change content below.
Juliana Negro Cardamoni

Juliana Negro Cardamoni

Pedagoga, Coach do Instituto Edson Burger com Especialização em Emagrecimento e PNL (Programação Neuro Linguística).

Post do Autor Juliana Negro Cardamoni

Juliana Negro Cardamoni
Pedagoga, Coach do Instituto Edson Burger com Especialização em Emagrecimento e PNL (Programação Neuro Linguística).