AMOR INTELIGENTE X AMOR DESEQUILIBRADO

O que você tem cultivado em sua mente? Sentimentos inteligentes que trabalham a seu favor ou sentimentos tóxicos?

Partindo do princípio que temos livre arbítrio para escolher o que pensamos e sentimos é  admirável quando observamos e principalmente vivenciamos construções e manutenções de relacionamentos saudáveis. Porém, é depressivo é desanimador a construção de relacionamentos doentes.

Para essa construção saudável no campo dos relacionamentos interpessoais e intrapessoal, não há mágica, é primordial educar as emoções e aprimorar nossa inteligência emocional.

Também é fundamental reconhecermos a nossa auto responsabilidade diante da nossa capacidade de escolha.

Qual a sua capacidade de ser autor da sua própria história?

Qual a sua capacidade de proteger suas características psíquicas pessoais?

Qual a sua capacidade de plantar boas emoções na memória das pessoas com quem você mais convive?

Brigar, gritar, impor ideias, nem de longe significa ter um “EU” forte, mas sim frágil. Falar o que vem a mente, dizer sempre a verdade (no sentido de digo mesmo o que tenho vontade), seguramente não é a expressão de um “EU” maduro, mas sim de quem não tem auto controle.

Minha paixão por esse tema é evidente em todos os textos que tenho me desafiado a escrever e meu maior desejo é que você leitor, aproveite ao máximo os conhecimentos compartilhados aqui com muito amor e carinho. Uma área tão pouco explorada porém, de suma importância em nossas vidas. Então, te convido a explorar esse tema tão fascinante e que sempre nos levará ao próximo nível.

Desde as comunidades mais antigas até a sociedade de hoje não fomos educados para lidar com as nossas emoções. Nem mesmo os ensinamentos fundamentais para aprimorar as emoções nos são acessíveis. Sabemos lidar e dominar diversas e altas tecnologias mas, não sabemos lidar com nossas emoções.

 

 

Nos dias de hoje, e muito fácil observarmos a construção de relacionamentos tóxicos em todos os níveis dos relacionamentos familiares, amizades, ambiente de construção de conhecimentos (escolas, universidades…), e principalmente nos relacionamentos amorosos. Dentro desse padrão de emoções corrompidas paixões e irracionais e alienadas, amores lunáticos, são facilmente confundidos com amor inteligente.

Exercitar nossa “EU” como gerente das emoções deve ser a meta fundamental de qualquer ser humano, não importando sua cultura, que realmente queira desenvolver uma mente inteligente, capaz de construir relacionamentos saudáveis, duradouros, cooperativos, felizes.

Vamos agora aprofundar algumas características do amor desequilibrado.

 

Características do amor desequilibrado:

 

Quem ama com desequilíbrio vive na lama da insegurança que corrói o prazer, promove dor e cultiva o medos na relações.

A falta de confiança não sustenta o sentimento e a relação torna-se instável, que geram doses de prazer em alguns momentos e doses maiores de sofrimento em outros.

Uma pessoa insegura projeta sua insegurança no outro, vive em terreno minado. Controla os passos é egoísta, asfixia a liberdade, controla sua órbita. É um especialista em colocar obstáculos no caminho de outras pessoas, ainda que disfarçadamente.

Arde de ciúme pelo outro com intensidade. Com essa atitude minimiza seu próprio valor. Quer controlar o outro, pois não tem controle sobre si, quer dominar o outro por não dominar seus conflitos.

O amor desequilibrado corrige em público e elogia no particular; quem corrige ou faz críticas em público gera traumas e relações  abaladas. São capazes de prejudicar a saúde psicológica das pessoas em volta com atritos e discussões públicas e particulares.

As relações são permeadas pelo individualismo, egoísmo e vaidade, atende suas necessidades e só depois a dos outros. Veem as relações como via de mão única, sonham sós.

Não tem necessidade da prática de diálogo; consegue se sustentar apenas com beijos, abraços, sexo, carícia e algumas conversas superficiais. Procuram sua própria satisfação não tem preocupação nem compromisso profundo, às vezes nem superficial, com a felicidade do outro, embora seu discurso seja o contrário disso. É um buraco negro que suga a energia de quem está a sua volta.

Suas relações são marcadas por serem doentias, fracas e instáveis. Alguns momentos, parecem sensatos, em outros e irracionais, críticos obsessivos, raivosos, agressivos. Viver com essas pessoas é pisar em ovos, nunca se sabe como estará.

Nutre-se de ansiedade, estresse e inquietação consequência do controle, das cobranças, do ciúme ardente. São geralmente pessoas enfadigadas, cefálicas, com insônia. Carregam a necessidade neurótica de mudar outro. Tem atitudes de desespero diante de problemas; são tomadas pelo medo diante de tomada de decisões; cria ruptura nos relacionamentos diante de conflitos onde não conseguem manter o controle total das suas ações e manter sua necessidade neurótica de estar sempre certo. Os rompimentos dessas relações costumam ser traumáticos.

É uma bomba que pode explodir a qualquer momento, e quando isso acontece causam traumas dramáticos. Com o desequilíbrio, costumam ser abrutalhados, bruscos, agressivos, embora pareça meloso e cheio de mimos.

Vivem relações doentias, se entregam, mas essa entrega é sufocante, o preço cobrado é altíssimo, exigem doses elevadas de retorno. Quando apaixonado restringe o mundo do parceiro e dele próprio, se confinam no mundo pequeno e particular. Diminui o círculo de amizades, as relações sociais ficam deficientes, os projetos são restringidos, o interesse pelo crescimento profissional se reduz, alegria desaparece.

Quem ama com desequilíbrio não admite a dor da separação. Persegue, implora para que o outro fique, chora, desesperam-se, deprimem-se, pensa em morrer ou até em matar se o outro se for.

 

 

Segundo o Doutor Augusto Cury, um dos mais renomados estudiosos do psiquismo humano, quem ama com desequilíbrio abre “Janelas Killer” na mente de quem ama. Janelas Killer são zonas de conflitos registrados no córtex cerebral. Killer = a assassino, metaforicamente as janelas Killer “ assassinam” a liderança do “EU”, bloqueiam nossa tranquilidade, o prazer de viver, a liberdade, a análise crítica, o raciocínio estrutural. O amor desequilibrado é uma fonte inesgotável de doenças emocionais.

No próximo artigo trarei as principais características do amor inteligente e os benefícios de uma vida sustentada dentro deste padrão de construção saudável.

Para aqueles que identificou em seu comportamento muitas ou todas as características de um amor em desequilíbrio, fique calmo, pois graças a um fenômeno chamado plasticidade neural que é a capacidade do cérebro em desenvolver novas conexões sinápticas entre os neurônios, a partir de estímulos específicos. Este fenômeno parte do princípio de que o cérebro não é imutável.

(Helenice Ferrari – UNICAMP)

Quer saber mais sobre as mudanças que você é capaz de produzir na sua vida através da reprogramação mental?
Clique no botão abaixo e vamos nos aprofundar.
Master Coach Val Rocha.

 

 

 

 

The following two tabs change content below.
Val Rocha

Val Rocha

Atleta amadora de corrida de rua, ultramaratonas, apaixonada por provas de longa distância. Pedagoga, 17 anos de trabalho com educação infantil e apoio as famílias. Conheci o Coaching na busca por emagrecimento e me apaixonei pelo nível de desenvolvimento pessoal que o processo me proporcionou chegando ao entendimento de que o emagrecimento era apenas uma peça do jogo. Desde então, venho me dedicando ao estudo do desenvolvimento humano. Formação em Coaching com especialização em emagrecimento definitivo e PNL (Programação Neurolinguística) e inteligência emocional. Apaixonada por levar pessoas ao próximo nível e descobrirem suas infinitas possibilidades. Bem vindo ao seu próximo nível!

Post do Autor Val Rocha

Val Rocha
Atleta amadora de corrida de rua, ultramaratonas, apaixonada por provas de longa distância. Pedagoga, 17 anos de trabalho com educação infantil e apoio as famílias. Conheci o Coaching na busca por emagrecimento e me apaixonei pelo nível de desenvolvimento pessoal que o processo me proporcionou chegando ao entendimento de que o emagrecimento era apenas uma peça do jogo. Desde então, venho me dedicando ao estudo do desenvolvimento humano. Formação em Coaching com especialização em emagrecimento definitivo e PNL (Programação Neurolinguística) e inteligência emocional. Apaixonada por levar pessoas ao próximo nível e descobrirem suas infinitas possibilidades. Bem vindo ao seu próximo nível!